sábado, 6 de março de 2010

Profeta Oséias

Oséias vivenciou na experiência conjugal a mensagem que proclamou. Sua história pessoal ilustrou com profundidade o amor leal que Deus nutre por Seu povo, a despeito da tristeza que a infidelidade produz no coração Divino.

Os caminhos da ruína moral
Os efeitos daquela sociedade corrompida se fizeram sentir na alma do profeta, e também no seu lar. Oséias experimentou no peito uma amostra da dor que o Senhor sentia ante a infidelidade de Seu povo.

Há duas interpretações mais aceitáveis para os primeiros versículos de Oséias: "Vai, toma uma mulher de prostituições..." (Os 1:2,3):

1ª interpretação - Oséias casou-se com uma mulher de passado imaculado, por orientação divina; dando-lhe a oportunidade de um novo recomeço, uma nova vida. Deus poderia estar mostrando que o amor pode cancelar o passado, restaurar o presente e modificar o futuro.

2ª interpretação - Oséias estaria, na verdade, fazendo uma reflexão madura, alguns anos mais tarde, entendendo que Deus o conduziu a este relacionamento, mesmo sabendo que Gômer (esposa) viria a se tornar leviana. Neste caso, estaria desejando que o profeta compreendesse plenamente o teor de Sua mensagem e do Seu sentimento.

Qualquer que seja o interpretação, o fato é que Oséias passou a vivenciar a mensagem que proclamava. Na infidelidade de sua esposa pôde ilustrar o "adultério espiritual" dos israelitas com o deus Baal (Os 2:8). O Senhor tratava Israel qual esposa amada (Os 2:19,20), mas Israel preferiu buscar os favores e os prazeres de um outro "senhor" Baal.

Sim, Oséias sentiu na pele o que se passava no coração de Deus. Percebeu que, assim como Gômer deixou-se seduzir pelas atrações mundanas e pelos benefícios materiais que poderia obter com sua leviandade (Os 2:5), Israel trocou seu compromisso com Deus e a pureza da vida espiritual (união com Deus) pelos benefícios materiais oferecidos pelos "amantes satânicos", os deuses pagãos dos povos ao redor (Os 2:5,9).

Os caminhos da restauração
Apesar de toda a rebeldia, de toda idolatria e de toda imoralidade, Deus não desistiu de amar Seu povo. Israel havia chegado ao "fundo do poço", e, se não fosse o imutável amor Divino, já nenhuma esperança restaria para eles (Os 13:14). Gômer também chegou ao "fundo do poço", vendendo-se por favores sexuais a fim de pagar suas dívidas de boêmia.

O profeta, tendo aprendido a amar segundo o amor de Deus, se dispôs a procurá-la e saldar as suas dívidas; resgatou sua liberdade e a trouxe de volta para casa. Gômer perdeu temporariamente seus previlégios, mas foi perdoada - "...assim eu comprei para mim tal mulher por quinze peças de prata, e um hômer e meio de cevada; e lhe disse: Por muitos dias tu ficarás esperando por mim; não te prostituirás, nem serás mulher de outro homem; assim também eu esperarei por ti..." (Os 3:2,3).

Oséias conclamou o povo ao arrenpedimento e confiança na promessa que Deus, por Seu imenso amor, há de perdoar todo coração sinceramente arrependido (Os 14:2). Ele ilustrou a realidade do perdão divino através do perdão exercido em favor de sua esposa. O amor humano triunfou e o amor divino triunfará ainda mais.

A vida de Oséias tornou-se sua mensagem. Sua tragédia espelhou a tragédia de um povo. Por intermédio dele, Deus chama de volta os desviados, oferecendo-lhes misericórdia, perdão e uma nova oportunidade. Oséias trouxe uma mensagem ousada para seus dias (e ainda é), ofertando graça em lugar de vingança; estendendo a oportunidade de salvação até a mais desprezível criatura.

O ministério de Oséias assemelha-se ao dos evangelistas de nossos dias, persuadindo os pecadores rebeldes a tornarem-se "filhos pródigos", retornando à Casa do Pai que com amor os aquarda de braços abertos.

7 comentários:

  1. a paz

    amem

    gloria a Deus.

    fique na paz
    helio costa

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz, Helio Alves!
    Agradeço pela sua visita e participação!

    Volte sempre!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Estou visitando a blogosfera cristã em busca de blogs interessantes para ler e trocar idéias.

    Parabéns pelo seu trabalho, já estou sendo seu seguidor.

    No Um pouco além do óbvio você encontrará temas como Cristianismo, homossexualidade e política abordados na ótica de um livre-pensador de criação cristã, adepto da "teologia da vida", aquela que enxerga o homem possível, e não o idealizado.

    Ficarei honrado com a sua visita.

    Um forte abraço.

    N'Ele, a autoridade máxima em matéria de salvação.

    ResponderExcluir
  4. O livro do profeta Oséias ensina-nos tanto... Gostaria de compartilhar o que escrevi e que tudo seja pra honra e glória do nosso amado Pai:

    http://destilardosfavos.blogspot.com/2011/12/volta-para-o-senhor.html

    ResponderExcluir
  5. Amem!
    Abençoda! Regina Helena!

    Agradeço muito sua visita e participação! E é uma honra compartilhar contigo, para honra e glória do nosso amado Pai!

    Parabéns! Por seu abençoado Blog! Quem ainda não conhece vai gostar muito!

    Um Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito do livro do profeta Oséias. Que Deus nos abençoe e derrame sobre nós o orvalho da Sua Presença que traz a paz, os frutos, a alegria...
    A ELE e, somente a ELE, toda Glória e toda nossa adoração!!! Soli Deo Gloria!!!
    Grande abraço, Regina Helena
    http://destilardosfavos.blogspot.com/2011/12/volta-para-o-senhor.html

    ResponderExcluir
  7. Obrigada por sua atenção e incentivo. Deus o abençoe.
    Regina Helena
    http://destilardosfavos.blogspot.com

    ResponderExcluir