sexta-feira, 30 de maio de 2014

Não adulterarás.

"Por adultério compreendemos quebrar conscientemente o estado sadio do amor entre pessoas que assumiram o matrimonio".
A visão madura desse mandamento evidencia que todo pecado na área sexual afronta o Senhor. Certamente que a Bíblia não condena apenas o adultério, mas toda a sorte de desvio quanto ao propósito eterno de Deus de que a vida sexual aconteça no contexto do casamento, quando há um relacionamento único e permanente entre um homem e uma mulher que se unem por amor.

O fato que o Antigo Testamento pouco fala (ou condena) acerca de prostituição, a não ser condenando a permissão para que as filhas se entreguem a esta prática (Lv 19:29). O mandamento contra o adultério aparece junto com o mandamento contra o furto e a cobiça. Isso deixa claro que a grande preocupação neste texto é a proteção do "bem" do próximo, a condenação ao ato de cobiçar e o adultério.

A dimensão mais ampla do mandamento
O Antigo Testamento vê o adultério como algo hediondo (Jó 31:11) e como uma loucura (Jr 29:23). O castigo para o adúltero na lei de Moisés era a morte por apedrejamento. Tratava-se de algo tão sério que o próprio Deus era o vingador (Jr 5:8,9). Apesar disso, o pecado de adultério é tão perigoso que mesmo um homem como Davi ("homem segundo o coração de Deus") complicou sua vida exatamente na prática do adultério.

No novo Testamento, recebemos orientação mais precisa de que o adultério tem sua raiz no interior da pessoa, numa mente poluída e num coração cheio de impureza (Mt 12:34). Tiago é quem nos ajuda dizendo que primeiro acontece a cobiça, e que esta dá à luz o pecado, que por sua vez gera a morte (Tg1:15). O adultério implica a condenação da alma do adúltero e a perda do direito de participar do Reino (1 Co 6:9).

No ensino do Senhor Jesus, "qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adúlterou com ela" (Mt 5:28). Somos orientados pelo Senhor Jesus a não permitir que nossos olhos nos façam pecar, já que "é melhor perder o olho do que não entrar no Reino dos Céus". Aleluias e Glórias a Deus Pelas Suas Santas Palavras!!!

2 comentários:

  1. visitando su blog, les dejo un afectuoso saludo desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Irmão Rodofo é uma honra vir ao seu blog, seu texto é muito bom um grande alerta, o adultério é uma chama que queima o amor divide o casal e separa de Deus nestes dias muita gente está mastigando o adultério, pastores, obreiros e membros estão praticando este acto e vão ás escrituras para se firmarem em como estão certos, mas a verdade é que é um ato pecaminoso que mata.
    Vim também desejar um Natal muito Feliz.
    Obrigado e muita paz de Jesus.
    Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir